Menino de 4 anos é morto na própria festa de aniversário: ‘ele abraçou o meu filho e deu um tiro’

Um crime bárbaro ocorreu na cidade de Magé, no Rio de Janeiro, logo a região está totalmente como vida com a situação.

Pois o garoto Enzo, de apenas quatro anos, que inclusive estava comemorando a sua festa de aniversário quando de repente um homem efetuou um disparo com uma arma no garoto.

O menino não resistiu e acabou vindo a óbito.

Porém existem três versões diferenciadas para o crime em questão de acordo com uma reportagem divulgada nesta terça-feira, 9 de junho.

O garoto Enzo, lamentavelmente foi assassinado com tiro na região peitoral.

Um suspeito de tirar a vida do menino foi um dos convidados da festa de aniversário, que por sinal não deveria estar ocorrendo, devido as regras do isolamento social.

O homem foi identificado como Pedro Vinicius, de 21 anos.

Ele foi até a casa onde estava ocorrendo a festa, com outras pessoas.

Não se sabe ao certo se o mesmo matou o garoto de maneira acidental ou por querer.

O pai da criança, relatou como tudo ocorreu em um áudio gravado, ele conta que o menino estava muito contente com sua festa, e perguntava a todo instante como seria a comemoração, cujo tema da festa foi o Hulk, um dos heróis da Marvel.

A festa ocorria normalmente, de maneira tranquila.

O garoto Enzo chegou a ouvir a canção do parabéns, e foi nesse exato momento que o revólver disparou.

Todos que estavam presentes na festa, viram a cena completa.

Já na cadeia, o homem que matou em vivo, afirmou que a arma caiu no chão e atingiu o menino de forma acidental.

A mãe do garoto, conta que ouviu uma briga entre a criança e o acusado e que logo em seguida ocorreu disparo.

O pai da criança contou a terceira versão dos fatos.

Simplesmente, ele abraçou o meu filho e deu um tiro, no peito dele, assim, desse jeito, gente. Desse jeito. Depois do que aconteceu, a minha esposa botou o meu filho no carro com a irmã dele, levaram para o hospital e eu fiquei aqui. Eu fiquei aqui perguntando ao rapaz o que você fez? O que você fez com o meu filho, cara?”, disse o pai do menino, que perdeu o filho em um momento que era para ser feliz para toda a família.