Rachel Sheherazade desobedece o patrão Silvio Santos mais uma vez com manifestação ao vivo

Nesta última quarta-feira, 13/05/2020 do SBT Brasil, a jornalista e apresentadora Rachel Sheherazade do principal telejornal da emissora, quebrou novamente os protocolos da emissora de Sílvio Santos.

Ela não disse nenhuma palavra, porém após as declarações da ministra Cármen Lúcia, do STF – Supremo Tribunal Federal, ela bateu palmas.

Contrariando assim, as determinações impostas pelo proprietário do Sistema Brasileiro de Televisão.

Em uma live, houve uma espécia de discussão, entre a ministra e o presidente do STF, Dias Toffoli, as divergências giraram em torno de questões de gênero.

“Ministra Cármen Lúcia, as mulheres têm preferência sempre”, declarou o presidente.

“Não, nós queremos outro tipo de igualdade. Esse aí, essa preferência…” rebateu a ministra.

Quando as câmeras retornaram para os estúdios do SBT Brasil, Rachel Sheherazade, foi vista ficando em silêncio, e batendo palmas em um tom discreto.

Seu colega de bancada, também se manifestou com um breve sorriso, e sem dizer nenhuma palavra.

Rachel foi contratada na emissora paulista em meados de 2011.

Silvio acabou se impressionando, com a desenvoltura da jornalista em emitir suas opiniões, quando ela apresentava um dos telejornais da TV Tambaú, emissora afiliada do SBT, na Paraíba.

Em São Paulo, ela continuou com a sua mesma liberdade, para expor suas opiniões.

Mas tudo mudou quando ela causou uma polêmica, se posicionando a favor dos chamados justiceiros do Rio de Janeiro, quando um grupo de homens, decidiu amarrar um jovem, em um poste, sobre acusações de roubo.

A partir desse momento, Sílvio, afirmou que estaria terminantemente proibido, qualquer tipo de posicionamento político em seus telejornais, de sua emissora.